Entre em contato conosco!

Se interessou por nossos serviços? Nós podemos fazer muito mais por você. Entre em contato conosco e vamos conversar!

Tel: 11 2376-3776

Email: contato@liberdadedeideias.com.br

Fim de ano: se organize financeiramente para um 2018 mais feliz

Fim de ano: se organize financeiramente para um 2018 mais feliz

É hora de começar a pensar no planejamento financeiro para o próximo ano e, apenas fazer pedidos e manter boas vibrações na energia que transcende o período natalino, não é o suficiente. É preciso ter atitude e colocar em prática uma boa gestão financeira e sair do vermelho.

Até o final do primeiro semestre de 2017, o Brasil tinha 60 milhões de pessoas endividadas. Se você está nesta estatística, prepara-se para sair dela. “É no final do ano que geralmente as pessoas fazem um balanço sobre como geriu o seu dinheiro ao longo dos 12 meses. Algumas ficaram no vermelho, outras chegaram bem próximo a essa linha. Então, para esses indivíduos, pedimos calma e posso dizer que, para tudo há uma solução, sendo que, para entrar em 2018 com a conta bancária no azul, é preciso começar a se preparar agora”, comentou o administrador e contabilista, Professor Carlos Afonso, autor do livro Organize suas finanças e saia do vermelho.

O especialista orienta que é o primeiro passo para se organizar é descobrir qual é a real situação financeira que a pessoa se encontra, para depois, iniciar os planos seguintes. Porém, para atingir bons resultados é preciso ter disposição para cortar alguns gastos e ter muita paciência, pois somente com o tempo os resultados serão percebidos; nada é da noite para o dia.

É fundamental saber para onde o dinheiro está sendo direcionado e, aí que mora um grande problema: as pessoas não têm controle de seus gastos e se endividam por isso, e essa é uma das tarefas mais importantes para a reestruturação financeira. “É preciso ter um maior controle sobre as receitas e despesas. É crucial saber quanto gastou no mercadinho do bairro e na farmácia, o quanto gasta com transporte, por exemplo. Esses valores são relevantes e fazem uma diferença absurda quando colocados na ponta do lápis”, explicou Afonso.

Para fazer a organização financeira, é preciso desenvolver no período de um mês, o raio-x completo dos gastos, anotando todas as saídas (até mesmo o chiclete), para se obter a real noção do dinheiro. “Aquelas despesas que consideramos mais inúteis, fazem diferença no bolso, portanto, é bom prestar atenção em cada gasto, tanto no crédito, quanto no débito”, reforçou o Professor, que completou. “As anotações podem ser feitas em excel, aplicativos ou até, cadernos”.

Ao concluir um mês de anotações, é hora da melhoria. Portanto, é prioritário analisar gastos e avaliar quais despesas podem ser eliminadas, para então, começar a traçar objetivos e metas, como viagem, compra de imóvel, carro etc – assunto que trataremos no próximo artigo.

Então, mãos a obra… O feriado prolongado já passou, lembre o que você gastou e anote! E não deixe passar um único centavo fora dessa planilha. É hora de mudança.

 

%d blogueiros gostam disto: